Blood Makes Noise

1 de Agosto

Carta do Profeta Malik aos Fiéis de Istambul

Que a luz de Lilith vos guie na escuridão, irmãos.

Estas serão as minhas últimas palavras. O nosso tão ansiado apocalipse está iminente. Não tenhais medo. A letargia do Lethe é uma ilusão, é uma nuvem do mais puro ópio que terão de atravessar até um novo horizonte.

Deixo-vos um final testemunho da calamidade que se abateu sobre Bucareste. Os primogénitos lançaram-se numa batalha que espalha o caos e o sofrimento pela cidade. Ishmael enegreceu a noite e o sol nasce cada vez mais tarde. Yahlina sucessivamente transforma-se em pragas de insectos, ratos e doenças que varrem as ruas procurando onde o seu inimigo se esconde durante o dia.

Mesmo a Estrela sucumbiu à fúria da nossa matriarca. Ishmael contava que Enda matasse Niko durante a noite para poder atacar Yahlina logo que ela se materializasse, mas a Morte equilibrou a balança. Niko teve de ser assassinado durante o dia e assim Yahlina teve tempo para exercer a sua vingança sobre Enda e caçar onde Málaga se escondia a partir do sangue dela que estava no corpo dele. Sem mais cartas para jogar, Ishmael teve que agir sozinho contra Yahlina e este confronto mostra-se interminável.

Na verdade, os dois não se conseguem destruir mutuamente. É uma dança insana e egoísta que dura há demasiado tempo e que mesmo agora não encontra fim. Consomem tudo à sua volta, são o buraco negro que resta após a Estrela ter perdido o seu brilho.

Louvada seja a fé na profecia, sem a qual seria impossível escaparmos desta espiral de dor e arrependimento. Sim, irmãos. Dai graças ao destino que fez de mim vosso profeta e que, nestes últimos dias, me pôs à prova. Pois eu aprendi com a lição que escapa a Ishmael e a Yahlina. Que o amor é a droga suprema, pior que qualquer Hypnos ou Lethe, pois faz-nos esquecer de quem somos e do que devemos ao mundo.

Sim, irmãos, a profecia cumpriu-se e a Morte derradeira tomou o coração deste vosso devoto profeta. Podia ter-la tornado minha. Abraçando-a, podia ter-la moldado nas minhas mãos e fazer dela um amuleto ao meu peito. Guardar o seu poder e o seu cheiro só para mim, para sempre. Mas não. Há sempre um momento em que o profeta também tem de fazer cumprir a profecia e desejar que ela não fosse verdade. Mas é.

E ciente desta verdade que nos separa, a Morte está prestes a cumprir o seu papel. Estou certo que nenhum de vós esquecerá o meu sacrifício e que a minha fé perdura através da vossa. Juntos acreditamos e assim se cumpriu. A era dos primogénitos, dos últimos filhos de Caim, termina neste vigésimo primeiro século. Rejubilai, irmãos, pois o regresso de Lilith, nossa mãe, está próximo. Acendei uma vela por mim.

Comments

gamerdreamerman

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.